• Pedro e o Blog | Ferramentas e Artigos de Finanças Pessoais

Autor Tópico: Recibos verdes electrónicos  (Lida 4983 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

NA

  • Visitante
Recibos verdes electrónicos
« em: 11 Junho 2011, 15:54:43 »
Boa tarde a todos..

venho pelo presente tópico informar a todos que para o próximo mês já é obrigatório emitir recibos verdes electrónicos. A forma actual deixa de ser permitida. Na repartição de finanças foi-me dito também que para quem não quiser emitir os recibos verdes directamente da sua página das finanças serão vendidos na tesouraria das finanças recibos verdes electrónicos a vulso.
Espero que este tópico possa ter ajudado alguém.


Atentamente:
NA


Rui André

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #1 em: 11 Junho 2011, 20:55:02 »
e o que faço ao resto do livro que aqui tenho???

mas por um lado até é melhor passar pela net...

já agora..quem já passou eles ficam lá guardados ou não?

Offline carlos2008

  • Super-Investidor
  • *****
  • Agradecimentos:
  • -Efectuados: 1
  • -Recebidos: 17
  • Mensagens: 794
  • Popularidade: 18
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #2 em: 12 Junho 2011, 13:21:10 »
essa obrigatoriedade é apenas para quem já é obrigado a entregar o IVA e o IRS de forma electrónica.

esta informação é proveniente das Finanças e foi-me enviada por e-mail.

para os restantes contribuintes isso não é válido: eu continuo a passar recibos verdes manualmente, ainda a semana passada entreguei um, pois não faço retenção na fonte (pois faço-a no trabalho dependente e não quero fazer nos recibos, que são esporádicos) nem pago IVA.

portanto cada caso é um caso.

Rui André

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #3 em: 12 Junho 2011, 20:42:05 »
Pensava que era para todos...

eu sou um "falso recibo verde", mas ainda estou em regime de isenção da SS e não pago IVA, nem IRS...

assim vou acabar o meu livrinho... ;)

NA

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #4 em: 13 Junho 2011, 13:49:22 »
Boa tarde...nas finanças foi-me dito no inicio deste mês que seriam todos os trabalhadores a recibos verdes obrigados a passar recibos electrónicos, por esse facto é que no inicio do próximo mês também será vendido na tesouraria das finanças recibos verdes electrónicos a vulso. Eu questionei para o facto de não poder ser o antigo livro de recibos e disseram-me que seria para todos igual. Caso esta informação não esteja correcta não percebo então o que eles lá estão a fazer se não sabem informar as coisas correctamente. Mas irei confirmar com a minha contabilista e assim que possivel volto cá com a informação também por ela me dada.


Atentamente:
NA

Offline carlos2008

  • Super-Investidor
  • *****
  • Agradecimentos:
  • -Efectuados: 1
  • -Recebidos: 17
  • Mensagens: 794
  • Popularidade: 18
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #5 em: 13 Junho 2011, 15:59:09 »
Olá,

transcrevo abaixo o mail que recebi das Finanças (estou registado como desejando receber info's por esta via e recebo-as regularmente sempre que há alterações às regras ) , eliminando apenas os meus dados pessoais, como é óbvio. Espero que ajude a esclarecer a vossa dúvida.

Ex.mo Senhor(a)

A DGCI disponibilizou a todos os contribuintes que exercem actividade de trabalho independente sujeita a IRS, o serviço de emissão de recibo verde electrónico.

O serviço está disponível no Portal das Finanças e é totalmente gratuito e seguro.

O novo sistema elimina as despesas com aquisição das actuais cadernetas, com os procedimentos da sua aquisição, bem como de emissão, envio e conservação dos recibos. Os destinatários dos recibos emitidos podem aceder a eles imediatamente através do Portal das Finanças, e é disponibilizado a ambos um sistema de consulta permanente de todos os recibos emitidos e recebidos.

A utilização do novo sistema será obrigatória, a partir de 1 de Julho de 2011, para os contribuintes que já actualmente são obrigados à entrega das declarações de IRS e de IVA por via electrónica, sendo facultativa para os restantes, nos termos da Portaria 879-A/2010, de 29 de Novembro.

A emissão e consulta do recibo só podem ser efectuadas através de sessão segura, com introdução do número de identificação fiscal e da respectiva senha de acesso.

Poderá obter mais pormenores acerca do serviço no Portal da Finanças (www.portaldasfinancas.gov.pt) em Questões frequentes/Guia fiscal/Sistema de emissão de recibos Verdes Electrónicos.

Para mais informações deverá contactar o Centro de Atendimento Telefónico da DGCI, pelo telefone 707 206 707.


Com os melhores cumprimentos,

O Director-geral,
José António de Azevedo Pereira

Offline carlos2008

  • Super-Investidor
  • *****
  • Agradecimentos:
  • -Efectuados: 1
  • -Recebidos: 17
  • Mensagens: 794
  • Popularidade: 18

NA

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #7 em: 21 Junho 2011, 11:40:06 »
Desde já obrigada pelo envio de informação referente a este tópico.

Com a leitura do artigo sobre Recibos verdes obrigatórios por via electrónica a partir de 1 de Julho, fico com a ideia que todos são obrigados a passar recibos verdes electronicos, sendo somente a não obrigatoriadade para alguns de emitir directamente do portal das finanças já com preenchimento, mas no entanto têm de os comprar pelo menos sem preenchimento nas finanças. Ou seja, não dão a conhecer de imediato os rendimentos às finanças somente no final do ano, creio que deve ser a única diferença.

estarei correcta?

Offline carlos2008

  • Super-Investidor
  • *****
  • Agradecimentos:
  • -Efectuados: 1
  • -Recebidos: 17
  • Mensagens: 794
  • Popularidade: 18
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #8 em: 21 Junho 2011, 15:12:22 »
Eu não interpreto assim.

Eu interpreto que quem tem na sua posse (é o meu caso ) ainda recibos de um livro que já tinha adquirido anteriormente os pode continuar a passar como passava anteriormente: eu é o que faço, embora no mau caso os recibos sejam ocasionais.

Agora quem se lhe acabe o livro de recibos em papel então nesse caso terá que adquirir  novos recibos nas Finanças, evidentemente, que serão os tais já electrónicos e vendidos ao preço indicado, ou seja acabaram-se os livros de recibos.

esta é a minha interpretação e o meu procedimento - espero não estar errado !

NA

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #9 em: 21 Junho 2011, 16:09:57 »
Pois também poderá ser até porque olhando para o recibo electrónico e os recibos da caderneta já existentes a coisa é a mesma simplesmente muda o formato...bem irei ver se consigo passar pela contabilista amanha e tirar a dúvida ela deverá saber correctamente como proceder...posteriormente também cá deixo a informação que ela me fornecer.


Grata pela disponibilidade


Atentamente:
NA

12235485

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #10 em: 26 Junho 2011, 19:04:07 »
Utilização das cadernetas de “recibos verdes”, modelo aprovado pela Portaria n.º 102/2005

As cadernetas de recibos do modelo 6, aprovado pela Portaria n.º 102/2005, podem continuar a ser utilizadas até 30 de Junho de 2011. A partir desta data, os sujeitos passivos não obrigados à emissão do recibo por via electrónica e que optem pela não emissão por esta via, devem utilizar os modelos oficiais do recibo designado de recibo verde electrónico, aprovado pela Portaria n.º879-A/2010, que são adquiridos em qualquer Serviço de Finanças ao custo unitário é de € 0,10.

http://info.portaldasfinancas.gov.pt/dgci/Templates/Description.aspx?NRMODE=Published&NRNODEGUID=%7b937F0568-3045-4684-935B-F7608424240E%7d&NRORIGINALURL=%2fpt%2fapoio_contribuinte%2fguia_fiscal%2fSIRE%2ehtm&NRCACHEHINT=Guest#cppt05

Resumindo, a partir de Julho já ninguém pode utilizar os recibos verdes das cadernetas!
Foi o que me disseram nas finanças na semana passada.

Offline carlos2008

  • Super-Investidor
  • *****
  • Agradecimentos:
  • -Efectuados: 1
  • -Recebidos: 17
  • Mensagens: 794
  • Popularidade: 18
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #11 em: 28 Junho 2011, 14:18:10 »
Tens razão, a mim só me disseram hoje e finalmente a dúvida que tem aqui sido objecto de trocas de impressões está esclarecida - pelo menos para mim !

Junto cópia de mail que recebi hoje das Finanças sobre o tema. Só não percebo (já é o 3º mail que recebo sobre este assunto) porque não foram suficientemente claros desde o início, ou seja desde a 1ª vez que informaram os contribuintes registados,  por esta via.

Aqui vai o mail que recebi, omitindo os meus dados pessoais:

___________________________________________________________________________________________________ ______

Exmo(a) Senhor(a)


A DGCI disponibilizou no Portal das Finanças um serviço que permite aos profissionais livres habilitar pessoas da sua confiança a emitirem recibos verdes electrónicos em seu nome e por sua conta. Trata-se da funcionalidade de criação e gestão de sub-utilizadores para contribuintes singulares.

Esta funcionalidade está disponibilizada em Serviços/Outros Serviços/Gestão de utilizadores e permite aos contribuintes singulares habilitar terceiras pessoas (sub-utilizadores) para a emissão e consulta de recibos verdes electrónicos em seu nome.

Para criar um sub-utilizador do seu número de identificação fiscal o contribuinte deve preencher os campos relativos ao:
 
 - nome (identificação associada ao sub-utilizador);
 - senha (password de registo do sub-utilizador no Portal);
e seleccionar a opção  - RVE (Recibos verdes Electrónicos).

Esta funcionalidade permite criar um ou vários sub-utilizadores, que apenas terão perfil de acesso às diversas opções dos Recibos Verdes Electrónicos:

 - Obter
      - Emitir
      - Emitir recibos sem preenchimento
      - Recolher recibo emitido sem preenchimento
 - Consultar
      - Consultar recibo
      - Anular.

Cada sujeito passivo pode criar os sub-utilizadores que entender, indicando no sistema o seu NIF e atribuindo-lhe uma password por si próprio criada. A qualquer momento pode o sujeito passivo eliminar no sistema esse sub-utilizador. Logo que criado, o sistema atribui a cada sub-utilizador uma identificação própria, associada ao NIF do sujeito passivo que o criou (exemplo: para o NIF 12345678, a identificação do primeiro sub-utilizador criado é 123456789/1). A partir daí, a autenticação no Portal é feita através do registo do número atribuído pelo sistema ao sub-utilizador e da senha atribuída pelo utilizador principal.

Com esta funcionalidade a DGCI pretende facilitar o processo de emissão de recibos verdes electrónicos, permitindo que o prestador de serviços autorize um terceiro a utilizar as opções relativas aos Recibos Verdes Electrónicos.

Informamos que os recibos da caderneta modelo 6 apenas são válidos até dia 30 de Junho de 2011, não podendo ser utilizados pelos contribuintes a partir de 1 de Julho de 2011.

Para qualquer esclarecimento adicional, estamos disponíveis no Centro de Atendimento telefónico da DGCI, pelo telefone n.º 707206707.

Com os melhores cumprimentos.
O Chefe de Finanças.

NA

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #12 em: 29 Junho 2011, 11:37:42 »
Bom dia...bem afinal está tudo esclarecido...Ainda bem

Cumprimentos
NA

Rui Andre

  • Visitante

Julio Salgado

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #14 em: 09 Maio 2012, 18:36:56 »
foi ás finanças emitir 50 recibos verdes electrónicos sem preenchimento, porém sé utelizei 10, pergunto posso continuar a utilizar depois de entregar o IRS, se não puder gostaria de saber onde está escrito. Obrigado

Offline pauloaguia

  • Global Moderator
  • Super-Investidor
  • *****
  • Agradecimentos:
  • -Efectuados: 11
  • -Recebidos: 207
  • Mensagens: 7.631
  • Popularidade: 222
  • Não façam perguntas em privado - usem o fórum
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #15 em: 10 Maio 2012, 14:04:06 »
foi ás finanças emitir 50 recibos verdes electrónicos sem preenchimento, porém sé utelizei 10, pergunto posso continuar a utilizar depois de entregar o IRS, se não puder gostaria de saber onde está escrito. Obrigado
Creio que não. Pelo menos o documento de ajuda que as Finanças disponibilizam sobre os recibos verdes diz que são automaticamente anulados os recibos verdes sem preenchimento que não tenham dado entrada no sistema até ao fim do prazo de entrega do IRS: http://info.portaldasfinancas.gov.pt/NR/rdonlyres/3E51570B-F2C2-4535-97E4-24C71D556027/0/ApoioNaUtilizaçãoRecibosElectronicos.pdf
Some say the sky is the limit - I say it's just the beginning

Aurelia Stamate

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #16 em: 28 Maio 2012, 10:41:02 »
Bom dia,
Sou beneficiária do subsídio do desemprego, mas tenho prestado trabalhos temporários de professora com a duração média de um mês. Nestes períodos de aulas, interrompo o subsídio, abro actividade nas Finanças, actividade que fecho logo que o curso acaba. O pagamento destes cursos é feito com um atraso de alguns meses, de maneira que, é agora que tenho de passar um recibo verde para o curso de outubro 2011. Mas, neste momento, estou a receber o subsídio de desemprego.  Posso passar recibo verde com a data de 10 de novembro de 2011 ( quando acabou o curso)? Devo alterar a minha declaração de IRS? Posso abrir e fechar actividade nas Finanças no mesmo dia, sem que este facto seja visto como um desrespeito das normas do subsídio?

sonia rafael

  • Visitante
Re: Recibos verdes electrónicos
« Responder #17 em: 11 Dezembro 2014, 20:02:42 »
Já vou no recibo n 50 e agora me dei conta que deixei alguns 7 em branco posso usar na mesma o tanho que anular ,se for o caso como se anula.                                                                     

 

Com a resposta rápida pode escrever uma mensagem quando está a ver um tópico sem carregar uma nova página. Pode, ainda, usar o código BBC e os risonhos como usaria numa mensagem normal.

Aviso: esta mensagem não irá aparecer até ter sido aprovada por um moderador.Pode deixar uma mensagem sem estar registado no fórum mas com algumas restrições. Para ver a sua mensagem publicada imediatamente ou para ser notificado das respostas convém registar-se.
Nome: Email:
Verificação:
Quanto é o dobro de 2,5 (escreva cinco)?:

Responsabilidade e Privacidade

FinancasPessoais.pt
Subscreva a newsletter e tenha acesso a todas as novidades do grupo de sites FinancasPessoais.pt e a conteúdos exclusivos.

Os sites FinancasPessoais.pt respeitam a sua privacidade e vontade:
  • Os seus dados nunca serão partilhados
  • A newsletter é totalmente gratuita
  • Pode desistir em qualquer altura
Não quero ver este alerta de novo, por favor.